terça-feira, 29 de setembro de 2009

Partir

Leva de mim essa dor.
Leva de mim esse peso.
Lava o meu rosto.
Tira os espinhos.
Assopra...

Me dê asas.
Me dê nadadeiras.
Me dê um impulso.
Para eu pular esse muro.
Para eu fugir daqui.





E não me deixe levar nada comigo.
Nenhuma sombra dessa escuridão.
Nenhum medo desse vazio.
Nenhuma escara desse corte.
Pois tudo que eu quero agora é sorte.

Sorte para eu que parto.
Sorte para quem fica e se parte.
Sorte para quem reparte a loucura.
Eu quero a cura.
Eu quero a arte.
Preciso de sanidade...

Cuida de mim e dos meus pedacinhos.
Junte- os, guarde-os...
Um dia eu volto para casa.
Com os pulmões cheios de sol.
E a alma lavada de mar.

7 comentários:

Lohan disse...

Maravilhosa poesia! Enquanto a lia, parecia sentir em meu peito a suavidade de uma maresia... E esses "ias", que eco-mania! kkk
Que sua partida seja triunfante, Ju. Que vc adquira mtos conhecimentos, mtas amizades, e mto bronzeado dessas lindas praias que te esperam! rs
Estaremos a sua espera, com a bagagem repleta de grandes poesias e relatos incríveis, daqueles que só vc sabe escrever.
Grande bj!!

Andréa Amaral disse...

Nossa, parece até que usamos de telepatia. Ontem eu escrevi no meu blog uma poesia sobre a necessidade do mar, do sol, do sal, de me refazer. Nós leoninos precisamos desta energia vital. Adorei.

Daniela Vidal Ruiz disse...

hEHEHE, estas falando de mim nesse poema?. Parece que fosse um relatorio deste meu final de semana.Ou talves seja apenas minha carencia e sensibildade que me torna paranoica..ehheh
Parabens!, te expressas mui bem,com muita intessidade e singeleza.

Juliana Künzel disse...

Gente... Muiito obrigada pelos elogios.Fico muito feliz mesmo!
Estou morrendo de saudades de todos. Estou em Campinas trabalhando como uma louca e parto para Madrid na terca, para trabalhar mais...
Um beijo a todos e até a volta!

Rosemarie disse...

Perfeito, profundo, provocador...Simplesmente, Juliana.
Leve o meu carinho com você e traga-me muitas fotos e lindas histórias. Gute Reise !

Camila Furtado disse...

Adorei, Ju!!! Total telepatia entre nós... Não sou leonina, mas estou numa fase de navegar outros mares e eu preciso do sol... Boa viagem e que isso te inspire a escrever ainda mais! Bjs!

Simone Prado disse...

Nossa!! Cheguei me emocionar.
Não parece um poema, penetrou em mim como música...
Lindo demais.