terça-feira, 27 de outubro de 2009

Volver





É preciso partir, perseguir sonhos, buscar algo além do horizonte.
É preciso ver gente, ouvir línguas, sentir cheiros e sabores não familiares.
É preciso ver castelos, plantações de girassóis e obras de arte....
É preciso ir, para saber que voltar é sublime.
Levantar voou em direção ao desconhecido é maravilhoso, mas voltar para o aconchego do seu país, isso não tem igual!
O poeta tinha razão, quando disse que a alma cantava ao ver, ou melhor, rever o Rio de Janeiro...
Não há povo latino mais colorido ou mais caloroso do que nós brasileiros. Não há flamenco que contagie mais que o nosso samba, nem comida mais gostosa, nem gente mais alegre que dá nó em pingo d´agua sem perder o sorriso no rosto.
Caminhar pelo mundo antigo é uma sensação estonteante...Sentir-se no berço da história, onde tudo aconteceu, ver tudo de perto, intacto, é gratificante, enriquecedor!
Mas... Se Picasso conhecesse o Rio, Guernica ainda seria uma guerra, porém cheia de cores.
A Espanha é linda e eu ainda estou embebida em sua rica cultura, mas como saudosa patriota que sou, só podia deixar como meu primeiro relato de viagem a imensidão que é o nosso país:
Imensidão de terras
Imensidão de gentileza
Imensidão de alegria.
O critério usado para a escolha da sede olímpica em 2016, obviamente não foi a segurança nem o preparo da cidade. Madrid está anos luz adiante neste quesito, mas a receptividade e o carisma do nosso povo, ninguém tem...
Porque apesar dos pesares, ( e que pesares), não há gente mais bondosa, (acreditem!) que a nossa, nem terra mais linda, ( tenham certeza!)que o Brasil.
Partam sempre que puderem, conheçam o mundo, mas sempre tenham essa certeza, e voltem sempre, pois melhor que partir, é voltar.

3 comentários:

Lohan disse...

Felicitaciones!
Belo texto, Ju. Parece que, enquanto o lia, eu ouvia vc pronunciar essas palavras, extasiada, recém chegada da Espanha.
Dizem que a Espanha tbm é uma terra bem caliente, rs. Mas dificilmente alguma nação se equipara ao Brasil neste quesito. Poderiam até tirar a prova dos nove, levando um mega termômetro a cada país kkk
Viajar é enriquecer nossa cultura. Infelizmente mtos se esquecem da origem...
Bjão, e que venham mais relatos de sua grande experiencia!

Camilíssima Furtado disse...

Por melhor que seja uma viagem, a melhor parte é a volta, é poder voltar para as nossas coisas, nossa casa, nossa cama, nossa identidade. Bem vinda de volta!
P.S.: Adoro essa fotografia!!!
Beijos!!!

Andréa Amaral disse...

O patriotismo que nos acomete quando nos sentimos estranhos em outras terras sempre é seguido de muita euforia e alegria pelo retorno.
Bem vinda de volta ao lar.