sexta-feira, 13 de novembro de 2009

MALHAÇÃO IDiota







Esta semana cheguei um pouco mais cedo em casa e aproveitando o tempo livre liguei a televisão para assistir a novelinha Malhação, gosto de observar o que estão transmitindo para os jovens, até para poder conhecer e consertar de alguma forma com os adolescentes que estão ligados a minha pessoa os conceitos que são passados para essa geração tão carente de orientação.

Ao ligar a TV, me deparei com a mais nova repaginação da novela teen da globo que em sua nova fase ganhou o título “Malhação ID” este ID é de identidade,mas eu, após assistir este primeiro capítulo já mudei no meu conceito para ID de idiota.

Com o apelo de discutir a identidade do jovem brasileiro suas experiências e aventuras, vejo que a emissora traz mais um programinha vazio de entretenimento bobo em que muitos jovens expectadores vão encontrar ainda piores exemplos respaldados pela força que tem a televisão.

Em muitos momentos, fazendo meu estágio para a conclusão do meu curso universitário, me deparei com situações inusitadas e contraditórias em que pude visualizar claramente a influência deste programa na vida do estudante da escola pública de nível fundamental e médio. O problema neste ponto é que mesmo sabendo que se trata de uma obra ficcional, muitos jovens não conseguem encontrar um limite entre a vida real e a ficção e adotam aquele modelo como exemplo a ser seguido na vida e na maioria das vezes os resultados não são positivos. Em minha experiência acompanhando alguns jovens, observei certa alienação e também uma espécie de fuga da sua própria realidade, essa fuga se transforma em uma revolta por eles, na maioria das vezes não terem a condição financeira que permita ter o que as personagens do citado folhetim têm. Observo aí, aquela velha e triste constatação da busca pelo “Ter” e o esquecimento pelo “Ser”.

Ainda é cedo para dizer qual rumo à novelinha vai tomar, porém observando este começo,o que vi,foi mais uma vez um protagonista rico, filhinho de papai mimado estudando num bom colégio que se ele desse o devido valor iria contribuir para a sua formação, mas essa parte não é abordada, não deve dar ibope, é preferível mostrar as “aventuras” amorosas deste rapaz que sem valorizar um compromisso e até um respeito com as meninas “fica” com várias ao mesmo tempo e elas todas gostam e o acham o máximo, mais uma vez sutilmente passando este modelo volúvel para o jovem valorizando a falta de respeito e a falta de compromisso.

Falta seriedade ao modelo de jovem apresentado no programa,podemos mostrar felicidade com responsabilidade,podemos dar bom exemplo a tantos milhões que estão assistindo ao folhetim.

É possível que minhas palavras tenham um efeito negativo no jovem que lê meu texto, podem me achar careta, chato e quadrado, mas meu objetivo não é ser o repressor, o chato, pois acredito que o jovem tem sim que curtir a vida, ser feliz,namorar,aproveitar o tempo e a vitalidade da juventude,porém tudo isso pode ser feito com responsabilidade,respeito ao próximo,respeito ao pais e a aos mais velhos e desenvolvendo uma consciência crítica do mundo,sabendo que a vida não é só farra,que muitas pessoas não tem acesso ao conforto e ao consumismo exacerbado que é mostrado na TV,que muitas pessoas não tem nem o que comer.Vejo que a mídia tem um poder de influenciar as pessoas muito grande,mas,infelizmente vejo também que este poder é muito mal aproveitado por estar em mãos erradas,mãos de pessoas desorientadas na vida,que não respeitam,nem sabem o que é ter uma família e por isso não a valorizam .

Tenho esperança de um dia assistir programas melhores em que os jovens possam ser instruídos de uma maneira melhor e assim possam aproveitar os conceitos transmitidos na TV com mais tranqüilidade, gerando menos conflitos com a sua realidade e com as pessoas de sua convivência. Não podemos esquecer que esses jovens que estamos formando hoje, serão as pessoas que tomarão as decisões amanhã e depende de nós que essas decisões sejam acertadas.

É nossa responsabilidade hoje, o nosso futuro amanhã.

4 comentários:

Lohan disse...

Maravilhoso texto!
Meu amigo João, que ficou brabo comigo pq não gosto de Jorge Amado, kkkkk! Vejo em vc, e tbm na Andrea, os autores que mais denunciam as mazelas da nossa sociedade, abordando tudo de uma maneira inteligentíssima, focando em bons exemplos.
E nada melhor do que a Malhação Idiota pra falar da alienação dos jovens. Eu posso dizer por experiencia, já fui um desses, rs. Adorava Malhação, há uns tres anos. Daí pra cá, minha maturidade me impediu de assistir a Rede Globo das 17:30 as 18:10... Comecei a achar tudo muito chato, repetitivo, maçante. As mesmas histórias, temáticas batidas, enfim... Acho que o melhor proveito da Malhação, hj, é a oficina de atores. A cada edição, há sempre um ator ou atriz que se destaca positivamente, e alavanca a carreira. Já para alguns atores veteranos, creio que ser escalado para Malhação deve ser o ''ó'';
Nesse fim de semana li uma entrevista feita ao José de Abreu, que está no elenco atual da novelinha, e ele disse assim: ''Trabalhar com os jovens me rejuvenesce!''. Pensei comigo: tudo conversa pra boi dormir... Declínio total.
Programas como Vila Sésamo, Sítio do Pica Pau Amarelo; a própria Escolinha do Professor Raimundo, entre outras atrações humorísticas e instrutivas, foram deixadas de lado em detrimento de uma porcaria dessas que se chama Malhação.
João, meu amigo, parabéns, excelente texto! Mantenha seu cunho crítico apurado, e vamos torcer que mtos sejam convencidos por suas sábias palavras!
Abraços!

Andréa Amaral disse...

Já sabemos que a Globo é um lixão de primeira, não é? Só ficam os "símbolos" sexuais, mais nada.
Mas o que vemos hoje em dia é isso aí mesmo: consumismo, aparências, hipersexualidade, esnobação, um mundo de ilusões que jovens e adultos também, querem seguir como padrão, e salve-se quem puder. Muito bom, João.

Brisa da Montanha disse...

Muito bom, João!
Parabéns!
É isso aí.
Abraço
Tatiana

Rah disse...

Li só o 1º parágrafo e foi o suficiente para dizer que ADOREI esse parágrafo e q nem precisava escrever mais nada.
Me desculpe por não teminar de ler, mas sinto que asim como o 1º parágrafo o resto do testo seja magnífico!!!