domingo, 31 de janeiro de 2010

Sorvete


Sonho de verão
sabor ao leite:
Sorvete

Sonho gelado
quando está quente:
Sorver-te

Sorver-te, sorvete
Sorvete: sorver-te

4 comentários:

Rayanna Ornelas disse...

Todos os sonhos deveriam ser possíveis e plausíveis.

Andréa Amaral disse...

Que delícia...

Armando disse...

Oi Edson,
Sorvi teu conciso, refrescante e belo poema...
Prá mim, além de retratar com fedelidade momento atual, ele propõe que se sorva o sonhos... gelados ou quentes... o mais importante é o sorver intensamente...
Parabéns! Muito maneiro!

K@rininh@ disse...

Sorvete- Concreto- Desfragmentação...

Adoro tudo isso, amo sorvete, amo poesia, ainda mais bem feita! Parabéns!