sábado, 13 de março de 2010

clAMOR

Amigos leitores,
Quero anunciar que, a partir desta semana, passarei a realizar minhas postagens aos sábados. A autora s/a Karina me substituirá nas segundas-feiras. Obrigado, Lohan.

“O amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é o contentamento descontente, é dor que desatina sem doer” (Camões).



Por que secas, oh flor?
E não te deixas molhar!
E este orvalho, que é lágrima
Pende de tua árida pétala

“Se perder um amor... não se perca!
Se o achar... segure-o!
Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala.
O mais... é nada” (Fernando Pessoa).


Por que a Via Crúcis no Éden?
Por que ser poeira, e não pólen?
Germinar a vida,
Enquanto nos é dada a vida
Semear o amor, mas não somente em palavras:
Em atos, em fatos.
Gerar a lembrança futura de um antigo retrato
Um retrato da felicidade que hoje podemos.

“Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele” (Victor Hugo).

Por que este espírito embrutecido,
Mal lapidado de prismas de luz?
Por que essa armadura pesada,
Essa afiada espada,
Se todo Império tem sua queda,
Exceto o do amor.
“Só amor conhece o que é verdade”,
Por que viver no próprio engano
Dos teus passos?
Ser um podendo ser dois
Ser dois e sendo um
Um olhar e um coração
Voltado para o sentimento que mais se faz existir
E que, ao mesmo tempo,
Menos é acreditado
Menos é buscado,
Menos é sentido.
Tudo sem sentido.

“Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido” (Vinícius de Moraes).

Abra os olhos, enfim:
O amor está agora em seu pensamento,
E em seu peito,
Seja o esquerdo, ou mesmo o direito.
Ele angustia, ele sufoca,
Ele clama por liberdade.
Se tiveres de morrer, morra ao lado meu,
E não sozinha, asfixiada pelo amor teu.
Enquanto houver alguém que clame
Há de existir alguém que ame.

“O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno” (W. Shakeaspeare).

9 comentários:

Luana disse...

Lindo! E para finalizar o clamor, rsrs. A poetisa predileta de minha amiga define bem, "Não és sequer a razão do meu viver, pois tu és já toda a minha vida!"Florbela Espanca. Viva o amor!

Simone Prado disse...

Ah, Moço! Ficou lindo isso tudo que você fez!
Essa poesia é linda mesmo e nunca que poderia ficar de fora. Os fragmentos, dialogando com seus versos... E a imagem que coisa mais linda! Quanto valor numa postagem! Realmente me fez muito bem ler e apreciar cada detalhe .
Um abração e parabéns pela criatividade que só vem a enriquecer nosso espírito de eternos poetas nessa grande literatura chamada vida; e, com isso, nos fazer crescer, ser grande e ter a alma imensa.
Um abração! Si.

“O amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é o contentamento descontente, é dor que desatina sem doer” (Camões). Lindo, lindo demais esse verso! Ele não poderia faltar... Parabéns!

Lohan disse...

Obrigado, minhas caras!
Muito gratificante ler tão bons comentários.
Luana, sua amiga aprecia muito essas poesias, embora não acredite tanto no amor.
Simone,quero te agradecer pelo incentivo! Essa poesia poderia ficar eternamente perdida na última página de um caderno imenso. Os fragmentos poéticos reforçam a ideia de que o amor existe, o amor se sente, apesar de tão perdido ultimamente.
Salvemos o amor.

Luana disse...

Não entendi, então não estamos falando da mesma.rsrsrs

Luana disse...

Ah, pensando bem é a mesma, pq além de ser dificil alguém conhecer essa poetisa, a única pessoa que nós conhecemos em comum é ela. Então vc se enganou, pois ela aprecia e acredita muito no amor, as vezes vc não a conhece tão bem, pq uma pessoa maravilhosa como ela não pode deixar de crer no sentimento mais nobre do mundo, bjs.

Lohan Lage Pignone disse...

Desculpe, Luana, mas não foi o que ela me disse certa vez.
Acho que não sou eu que não a conhece tão bem... bjs.

ivelise disse...

Os paradoxos sempre se fizeram presentes...E agora vemos um escritor pondo em prática esses elementos.Primeiro foi a estória do Euclides, recheada sarcasmo, ódio,desamor, enfim...uma série de sentimentos predatórios....E hj temos um Lohan a falar sobre o AMOR, esse tão nobre sentimento, q muitos falam, mas poucos o VIVEM!!!! Lindo Lohan!!! Continuo aqui na torcida por voce!!!! abs Ivelise.

Lohan disse...

Obrigado Ivelise!! Nossa, que surpresa boa te ver aqui de novo! Sim, o Euclides foi o exemplo de todo o desamor que há no mundo, rs. Precisava falar de amor, não?!
Obrigado pela torcida, pela presença, por tdo.
Bjão!

Andréa Amaral disse...

Tú és um fidalgo renascentista e não o sabes....