domingo, 4 de julho de 2010

o construtor

pega suas ferramentas e sai pelo mundo
procurando pela falta do que constrói
inventa as cores todas e desfaz o cinza
tece seus inventos e reforma a poeira e a ferrugem

mistura a cor do céu e as de si mesmo
refaz a vida que só seus olhos enxergam
seus mundos não são tão poucos
seus sonhos não são dormindo

não diz respeito às coisas como são
mas a como as sonha e como as tece em letras
vai a todos os lugares sem ao menos um passo
e conhece a todos da maneira como os recria

com essa coragem de reinventar o mundo todo
fazer todas as coisas em palavras esculpidas
segue em frente o construtor, com papel e caneta
o suficiente para todas as suas obras

e mesmo que transforme o sentir no ser e o ser no sentir, no respirar em letras
suas obras nos são morada, chão, céu, vento e jardim

ao grande construtor dos traços, versos e cores de cada dia
que refaz em letras o mundo que sonha, na infalível obra prima.


Ao meu amigo secreto: Edu trindade

5 comentários:

Camila Furtado disse...

Que linda homenagem! Edu me passa a ideia de ser um menino, um sonhador, alguém capaz de ver poesia nas coisas ínfimas. O engenheiro da poesia, o menino que navega em barquinhos de papel... E você, Mauri, acho que é o menino que enxerga o mundo com olhos de adulto, que vê os seres humanos que muitos não vêem, que enxerga os defeitos que os homens pensam poder esconder de si mesmos...

Andréa Amaral disse...

Faço da Camila, minhas palavras.

Eduardo Trindade disse...

Puxa, muito obrigado, senti-me honrado! Interessante como conjugaste o universo um tanto "ingênuo" das cores, do céu, do jardim, com o universo "engenheiro" do construtor, do criador... Adorei mesmo, tudo isso são realmente coisas que valorizo muito.
E, de quebra, obrigado também à Camila e à Andréa, que conseguiram vir aqui antes de mim e complementar a postagem que já estava tão bonita...
Abraços!

Sidarta disse...

Belos versos, bela e merecida homenagem.

Lohan Lage Pignone disse...

Bela e merecida homenagem (2)

Parabéns aos dois, vcs dois ótimos ''palavreiros'' - pra não dizer pedreiros. Construtores impecáveis.