segunda-feira, 12 de setembro de 2011

...pra re-pousar o coração

E tem mais uma coisinha:
Tem um monte de coisas que você precisa saber: é que esse processo todo desgastou um tanto disso aqui que eu chamava de mim, sabe? Alguns traços eu já nem tenho mais. Esfumacei umas linhas marcadas que eu tinha. Outros traços eu fiz questão de avivar. Limitei meu falar, expandi meu ouvir, dilatei meu coração. E de tão grande que está, ainda parece vazio. Tenho espaço de sobra, agora. Ah! E já tenho lugar pra guardar aquelas lembranças, nem se preocupe. Não quero tropeçar em lembranças enquanto construo novos cômodos. Por isso eu me lembrei de trocar todos os segredos das fechaduras pra ninguém inventar de entrar com as chaves velhas e bagunçar tudo de novo.  Eu estou me reconstruindo, sabe?. E torço, e rezo pra que minha obra não me condene. Tenho medo disso às vezes, mas passa. Essa inquietação deve ser coisa do novo. É que a gente nunca sabe muito o que fazer quando tem muito espaço pra escolher. Ah! Mas eu ainda quero uma varanda. Não agora. Depois. Uma varanda nesse momento não me faria bem. Mas eu já projetei: Basta eu ter a garantia de que tudo está organizado, que eu quero uma varanda. A vista pode ser qualquer uma. Isso não importa. Mas eu também quero alguém pra sentar comigo e dizer, todos os dias, que eu não escolhi o melhor lugar pra montar minha cabana, mas pra re- pousar o coração.

http://weheartit.com/entry/8001521

Ps.: Olá pessoal! Essa é a minha primeira de muitas postagens nesse espaço tão lindo e rico! De todo coração, agradeço à equipe pelo convite.
Viva Autores S/A!!

Ivanúcia Lopes

7 comentários:

Ana Beatriz Manier disse...

Olá, Ivanúcia, bem-vinda!
Reconstruir, arrumar espaço e, por fim, repousar o coração não são coisas muito fáceis, embora possíveis e compensadoras. Seu texto é prova disso. Que a varanda venha e te traga uma vista muito bonita.
Ana

Lohan Lage Pignone disse...

Bem-vinda, Ivanúcia!

Belo texto! Seu ar singelo nos encantando novamente aqui no blog, agora não mais como competidora, mas como autora s/a!

Obrigado por ter aceitado o convite e vir fazer parte desse time!

Beijos,
Lohan.

Mila disse...

Olá, Ivanúcia, seja vem vinda! Adorei seu texto! Será um prazer tê-la como Autora S/A!

Landoni Cartoon disse...

Olá, Ivanúcia!

Feliz dos Autores S/A pela sua presença. Bem-vinda!

Ah, depois de quase me destruirem de vez meu coração tinha de ser um post falando de reconstrução. Pra se reconstruir é preciso ter muita coragem e feeling, confiar na estrada, que o novo não vem pra destruir o presente nem o passado, mas pra nos salvar de um futuro velho, sussurro há tempos anunciado como via sem saída, sem nada de novo, acabado.

Você estreia com os dois pés no chão, o direito e o esquerdo.

Abs!
Landoni

Anônimo disse...

Gente!!

É uma grande satisfação ser lida por vocês. Cada comentário é muito importante! Ah! e obrigada pelas boas vindas...só não enviei ainda minha foto para colocar no blog. Farei isso já!! rs
Abraços!

Ivanúcia Lopes

Simone Prado disse...

Olá Ivanúcia!
Que bom saber que vc faz parte desse timão de primeira! Fiquei contente por isso. Bom saber que os eus textos e poesias irão compor esse espaço. Seja bem- vinda!

Li o seu texto e gostei muito. Tem umas frases que vc trabalhou nele e eu achei o máximo. Me lembrou um pouco os textos da Tati Bernardi.

É isso aí!
Um abração
Si.

Andréa Amaral disse...

Bem-vinda, Ivanúcia! Este estilo confessional, desabafo poético, lúdico é um encanto. Um dos atributos de quem faz poesia com o coração mesmo. Adorei