domingo, 22 de janeiro de 2012

I S2 NERDS

- Vi esse livro e tive que comprar pra você.
- Não acredito! – exclamei totalmente em êxtase atacando o pacotinho que estava nas mãos dele – Você encontrou? Encontrou??? – ele ria satisfeito da minha loucura literária.
- Foi por acaso. Estava perdido no meio dos livros que ninguém quer. – ele estava me provocando. Lancei-lhe um olhar de ameaça.
- Inacreditável! Essa edição está esgotada há tempos! – eu abri o livro e o folhei com a ansiedade de uma criança no dia 25 de Dezembro.
- E eu não ganho nem um presentinho por te satisfazer?
Eu não pude deixar de sorrir. Ele merecia um altar, um busto em praça pública.
- Merece sim. – disse me aproximando e abraçando-o com o olhar repleto de carinho – Você é meu nerd preferido. – sussurrei antes de beijá-lo.
- Eu, nerd? Achei que a nerd aqui fosse a pessoa que surta com um livrinho de poesia...
-Culpada.
Aquela tarde transcorreu na mais deliciosa calmaria... Fomos ao shopping ver um filme, e ele conseguia, ao mesmo tempo, ser doce e articulado. Falava das notícias do dia sem ser piegas, conversava sobre música sem ser soberbo e sabia me convencer como ninguém. Quando mais tarde cheguei a casa e fui olhar o livro com mais cuidado vi que ele havia colocado um bilhete na última página. Levei um tempo para decifrar aqueles hieróglifos que ele chamava de ‘minha caligrafia’ que diziam: ‘Linda, a poesia não é nada perto do prazer de te ver feliz ao meu lado.’
Eu devia chorar, mas eu só conseguia mesmo sorrir. Escrevi um SMS e mandei sem titubear: ‘nerd, a inteligência é o afrodisíaco perfeito da nossa relação. E sempre funciona. ’
Ele sabia me amar e me encantar. Participar sem me roubar de mim mesma, ele consegue acrescentar bom gosto e hilaridade à minha sobriedade mórbida. Por que afinal, namoro sem inteligência é um saco. Não há assunto, não há interesse, são só duas pessoas dividindo beijos. Num mundo em que beijos perderam o sentido, é bom saber que ainda há mais para ser dito e vivido. Um brinde à inteligência que permite unir vidas distintas e combiná-las.

3 comentários:

Lohan disse...

A inteligência é a alma do negócio. Muito bacana, Ray.
Bjs!

Thaty Louise disse...

Rayanna, nerds arte the best^^

Combinação perfeita:
inteligência + beijo + beijo + beijo + beijo + beijo + inteligência + beijo (again), wells, se bem que um bofe sem tanta inteligência, mas com um estoque caprichado be beijos também tenha seu valor ^^

Alokah!!!

We love nerds, mim adorou seu post^^

Landoni Cartoon disse...

Para os padrões dos dias atuais não ser piegas é um sinal inequívoco de genialidade. Falar de música então, nem se fala! Não, não estou insinuando que eu seria um gênio ^^

"Encanto"; tá aí, uma des minhas palavras favoritas. É linda, e mais significativa à medida que ações estúpidas e olhares desencantados se espalham por nossas ruas, bairros, cidades, como línguas de fogo alto numa floresta antes vibrante e viva.

Rayanna, gostaria que esse painel de carinho e sutileza que você descreveu no seu 'post' tomasse conta do mundo. Bem, há pessoas muito inteligentes ainda, apesar de tudo; pena que Inteligência ainda é pouco.

abraços
Landoni