sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Boa Hora





E numa inspiração se faz a luz e a prisão

Nasce o ser humano a sublime criação

Luz da oportunidade

Prisão da carne

Felicidade da mãe, satisfação do pai,

Choro de filho, explosão de amor!

O momento é de alegria e também de dor,

Lágrimas e sorrisos se confundem nessa hora,

Preocupações e surpresas,

A sensação é de frio e também de calor

Cheiro de hospital, leite maternal, fotografia digital

Muitos querem ensinar a nova lida

Mas quem sabe mesmo é quem o trouxe para vida

A mulher se torna Mãe por inspiração divina

O homem se torna Pai com a responsabilidade recebida

O momento é mágico, iluminado, porém cheio de cuidado

As emoções só começaram com dever que foi dado

Agora, o desafio é cumprir

Criar, educar, ensinar e corrigir

Levar para toda parte

E assim, com zelo, amor e arte

Esculpimos nossa eternidade.

7 comentários:

Lohan Lage Pignone disse...

Que bela poesia!!!!!!!!!!!!
João, o que aconteceu de ontem pra hj, cara, foi uma inspiração repentina, algo mágico?? Que noite foi aquela?? rs
Vc é fera na poesia, acredite! Continue escrevendo, a prática faz parte na busca da perfeição. Perfeito nunca seremos, mas a tentativa já nos torna perfeito.
E vc tem mto talento, já vi que ano que vem teremos forte concorrencia....rsrsrs
É isso, grande abraço, vc é um grande amigo.

Camilíssima Furtado disse...

Linda demais, João! Só quem é mãe/pai sabe a amplitude desse sentimento... Parabéns mesmo. E a foto é linda também... Bjs.

Cacarina disse...

Luis,
amei esse 'esculpindo a eternidade'... Céus, que expressão!
Abraço,
Claudia

João Luiz disse...

Muito grato pelo apoio,estou engatinhando ainda no universo da poesia.

Aqui tenho grandes exemplos para aprender.

Andréa Amaral disse...

Realmente, esta poesia cala fundo na alma de quem tem filhos, e quem não os têm, sente vontade de tê-los. Maravilhoso, João.

armando disse...

Meu irmão João,
Seu poema é tão bem escrito que quase que faltam palavras prá traduzir sua beleza.
Você conseguiu fazer de sua homenagem uma obra de arte belíssima que diz tudo com poucas palavras.
Não resta dúvida que és um grande poeta.
Seus versos trazem vida, movimento e emoção.
Parabéns!
Acho que tenho muito a aprender contigo!
E quanto ao Blog... achei-o maravilhoso.
Prá mim será um prazer participar dele logo que puder.
Grato por me trazer essa oportunidade.
E grato, também, por tua amizade meu irmão e "Grande Poeta".

João Luiz Neves Loureiro disse...

Passando por aqui , matando as saudades,grato por permitirem estes textos ainda no blog!