sábado, 15 de agosto de 2009

Ponte


Eu quero ser ponte!
Quero te levar à outro lado
Levar-te-ia da noite para o dia
Seria para ti a luz das noites
Escuras e barulhentas,
De nossas vidas
Levar-te-ia da depressão para a montanha
Eu quero que minhas palavras sejam ponte,
Para você, meu irmão, minha mãe, minha paixão
Com minhas mãos talvez não te alcançaria,
Mas, quero que minhas palavras dessa vidinha medíocre
Te alcancem e que sejam signos de vida para você,
Que está aí, como eu estou aqui,
Buscando subsídios para alcançar o dia que virá
Nessa busca incessante pelo sonho do amanhã,
Eu quero ser tua luz,
Quero que faças tu, jus ao presente que
Outrora nos foi dado
Quero através de singelas e desritmadas palavras
Ser para ti, uma ponte!
Que conheças tu, a solução das suas incógnitas
Para que com o amanhecer do próximo dia,
Sua existência se torne doce, serena e abençoada.
Eu quero ser PONTE!

3 comentários:

Lohan disse...

Karina, pra mim, sua melhor poesia. Desta vez pude considerar que suas palavras foram, de fato, ponte. Não deixe esta ponte desmoronar. Parabéns.

João Luiz disse...

Muito bonita poesia Karina,sinto que a cada dia você escreve melhor,coloca seus sentimentos nas palavras,fazendo com nossos dias sejam mais felizes.

Felicidades!!!

Camilissima disse...

Sem dúvida, a melhor poesia até agora! Acho que esse é o seu caminho. Parabéns! Beijinhos!