sábado, 26 de setembro de 2009

VIDA NOVA




Não quero mais ser como era antes,
Como eu era antes?
Não sei!
E agora como sou?
Só Deus sabe!
Só sei que não quero ser como outrora,
Quero ser a vilã da história,
Deve ser mais divertido!
Cansei da vida pacata de “boa mocinha”
Quero ser sim, agora sim, quero ser a megera
Que me acusastes ser.

Ser aquela que fez sim, e que não fiz,
Que pena, ia morrer de rir!
Mas, em meu intimo ainda glorio-me
Da minha palma batendo fortemente
Naquela face de pêssego estragada,
Onde escondes toda sua cretinice,
Que mais que merecidamente o alarme
Do pinóquio fora destroncado!!
Ahhhh, como quero rolar de rir
Das maravilhas que virão!
Das noites de extrema escuridão quero
Tirar-lhes o mais doce mel,
Que só posso prová-los na imaginação.
Ahhhh, quero não mais como ser como ontem,
Quero ser abundantemente a transbordadora
De amor, alegria e paz, é tudo o que eu quero!

7 comentários:

Lohan disse...

Karina, parabéns!
Pra mim, sua melhor poesia até agora! A mais transgressora, pelo menos, rs. E gosto de poesias assim. Adorei msm, continue nessa linha menina revoltada, rsrs, que será bem legal.
Bjao!

Andréa Amaral disse...

Karina, embora vc possa não saber ou não perceber, já possui um estilo poético próprio, estilo Karina de ser, mesmo quando quer transgredir. Concordo com Lohan. Manifestando sua insatisfação com um lado mais rebelde, as palavras transbordam mais soltas de você. Com certeza, sua melhor performance. parabéns. Continue dando asas à sua imaginação.

Eduardo Trindade disse...

Tuas palavras me lembraram este outro poema, que está no meu livro:


PERFEIÇÃO

Não o beijo da novela.
Não o mocinho de Hollywood
na última cena
resgatando a heroína.
Não o parabéns-a-você
que é preciso cantar
para não ser diferente.
Não a mulher perfeitinha
anunciando sabonete.
Não a barbie sem cintura
que nunca envelhece.

Quem foi que nos convenceu
de que é preciso viver para sempre,
de que o choro é um defeito?

Quero a mulher com olheiras
que sente, sofre e briga,
pois só ela saberá realmente
o que é sorrir com os olhos
e beijar com palavras.



Bom, o que mais dizer? O importante, mesmo, acho que é ter estilo próprio, e isto eu não duvido que tenhas!
Abraços!

K@rininh@ disse...

Obrigada Andrea, Lohan e Eduardo.
Foi engraçado que já tinha tentado 3 composiçoes para hoje, mas não consegui terminá-las direito, e 1 ficou mais ou menos e ia postar essa mesma, quando liguei o computador começaram a surgir as ideias desse poema e conforme fui estruturando foi dando tudo certo, que bom, fiquei muito feliz quando vi que vocês gostaram!
Um abração!

João Luiz disse...

Grande Karina!!!

Muito linda esta poesia,gostei do estilo mais rebelde.Mandou bem!

Também vejo sua evolução a cada sábado,é uma alegria ver seu talento "transbordando".

Parabéns!!!

Camila Furtado disse...

Adorei, Karina! Concordo com Lohan, que esta pode ser sua poesia mais transgressora. Gostei da faceta rebelde, lhe cai muito bem, ainda mais conhecendo você pessoalmente e sabendo que é um poço de candura. Muito bom!!!

Thaty Louise disse...

Forte, muito belo e intenso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!