domingo, 12 de julho de 2009

Eu? Autor? Quero sim!


Fui convidado para escrever no blog Autores S/A, fiquei pensando e rindo: logo eu, praticamente um leigo nesse universo tão vasto e instigante que é o das palavras, dos contos, da poesia. Eu, que com muito mais transpiração do que inspiração escrevo algumas linhas do meu jeito meio míope de olhar esse mundo de meu Deus.Logo eu com essejeito questionador e meio mandão. Procuro um meio de escrever sem ser tão radical, procurando sempre um bom senso, pois se eu cochilar só um pouquinho me coloco como dono da verdade e aí já era, dancei, pois sei que a verdade já tem dono e não sou eu...




Mas, vamos lá resolvi aceitar o convite (desafio) e contribuir com alguns textos para este blog, idealizado por colegas de talentos bem maiores do que o meu e que demonstrando grande solidariedade e amor ao próximo (rsrsrsr) resolveram me chamar. Gostei muito, pois Vovó já dizia: "Junte-se aos bons e será um deles!" É o que vou buscar fazer, escrever mesmo, sem vergonha, com coragem de colocar a cara a tapa para apanhar e aprender a fazer melhor. Sendo sempre eu mesmo, utilizando uma linguagem simples para que o brasileiro em geral possa me entender estando num alto edifício da Avenida Paulista ou no sertão do Nordeste, pois eu vejo que o importante é ser entendido, mesmo que achem meu texto ruim, o que é bem provável, mas, por favor, me entendam, não quero provocar aquela ruguinha na testa de quem me lê no sentido de pensarem assim: "O que esse cara ta dizendo?" Mas quero provocar a ruguinha na testa pelo despertar para uma nova possibilidade, quero de alguma forma ser mais uma lâmpada para iluminar um novo campo de visão, quero trazer uma proposta ainda não pensada, um novo olhar para a paisagem rotineira que muito nos diz, mas poucos observam.
Fiquei pensando neste nome, Autores S/A. É , sem dúvida, um bom nome. Um nome forte, que traz uma grande responsabilidade, pois na verdade todos somos autores, ou pelo menos deveríamos ser autores de nossas vidas. Não apenas de textos, contos ou poesias, mas sejamos verdadeiros autores de nossas histórias, escrevendo com nosso próprio punho a nossa caminhada, construindo o nosso caráter com nossas próprias experiências e tirando delas o aprendizado necessário para errarmos cada vez menos e continuarmos nossa caminhada com força, luz na consciência e perseverança. Para que nossa autoria permaneça viva e sirva de referência mesmo depois que não estivermos mais aqui.
Não nos deixemos passar pelo grande processo de “pasteurização”que o sistema quer fazer com nossas cabecinhas pensantes e também não nos deixemos alienar pelos modismos passageiros e descartáveis que surgem a todo verão. Sejamos sempre nós mesmos, respeitando o outro, se possível até amando o próximo, mas sempre com os olhos abertos. É como já dizia Zé Geraldo em sua bela canção: "Meu amigo, meu cumpadre, meu irmão, escreva sua história pelas suas próprias mãos..."

5 comentários:

Andréa Amaral disse...

Caraca!Parabéns.O texto de estréia tinha mesmo que ser este.Você está tão inspirado (ou transpirado?) quanto o sol que ilumina seu corpo de braços abertos que acompanha seu texto.Amei.E não se subestime.Se foi convidado é porque alguém muito sensível e conhecedor do seu talento percebeu que com seus textos a humanidade só tem a ganhar, na Avenida Paulista ou no sertão nordestino.

Camilíssima disse...

João, que texto lindo! Vou citar o Lohan em um comentário muito fofo: "somos uma espécie de Power Rangers, cada um com um poder especial". Sua escrita é fundamental nesse blog. O único poder especial que possuímos é o de fazer as pessoas pensarem e por isso a contribuição de cada um de nós se faz necessária. Seus textos têm um alcance amplo, como você mesmo disse e é isso que precisamos, que as palavras toquem a todos. Beijo e parabéns!

K@rininh@ disse...

Teve que falar da Avenida Paulista, né??
Parabéns!!!!

Lohan Lage Pignone disse...

Meus parabéns João! Você também começou com o pé direito, amigo! Realmente, você consegue, através de suas palavras, emanar força, coragem, perseverança, e amor. Sua mensagem pacifica o nosso ser. Só não continue se subestimando, hein! Se estamos aqui, é porque somos todos talentosos, e cada um tem sua característica especial. Como os ''Power Rangers'', não? (rsrs). Brincadeiras a parte, fico muito feliz em tê-lo como companheiro aqui no blog também. Grande abraço e vamos em frente!

João Luiz disse...

Meus amigos!
Vocês são maravilhosos,é uma alegria poder participar e aprender com vocês.Cada palavra,cada postagem,cada contato nosso é um incentivo que recebo para o nosso desenvolvimento,sinto que há de chegar o dia que editaremos um livro com o material extraído deste belo blog.
Felicidades a todos nós!!!