quinta-feira, 14 de abril de 2011

Lábios de castanhola



A diferença entre o primeiro beijo e o último está, 
não no sabor dos lábios de quem beijamos todos os dias, 
mas na saliva de quem desejamos beijar o tempo todo. 



 


Beleza que da estética seja livre, 
que se dissolva na boca a moral 
que no ato vela o beijar agora, 
não aqui, não assim, 
que se consome e namora
a moral dos maior de hoje, 
odiosos de beijar o mesmo, 
boca de homem na boca de homem 
beija-se e daí? Beijo minha boca no espelho
beijo minha boca nas garotas que beijei,

lábios de castanhola, outras beijarei, 
se Uma não me for a Única, de cá pra lá 
minha boca é saliva de homem-hetero, 
mas boca de homem-homo 
é a que assim salivar, e beijar 
mil bocas sobre a mesma lua 
é da moral dos hodiernos,
odioso que se quer com fúria 
e dissabor penetrar a faca
no recheio a abrir a torta 
saída do forno, pisar na cobertura
lançar tudo na cova do lixo
a dieta que apela a todos:
podem comer, só o da faca não,
e o da faca se vale e mata a torta
se da torta não pode se fazer 
homem-homo, íntegro consigo

Não homens, 
Um beijo é mais!
que uma língua chupada
que uma batida de dentes, 
que uma coleção de hálitos diferentes,
um beijo não se dá com ódio 
de si nem dos outros, 
um beijo é mole, é fácil,
bonita, feia, genial ou apedeuta
as bocas se bocarão moto-contínuo

Sim, mulheres,
o beijo é o final feliz do amor 


XXXV

2 comentários:

Thaty Louise disse...

"A diferença entre o primeiro beijo e o último está,
não no sabor dos lábios de quem beijamos todos os dias,
mas na saliva de quem desejamos beijar o tempo todo."

WOW, já posso fazer a Marinalva e pedir pra colocar essa frase em algum lugar?

Ptzgrl!!!
Lindo!!! Tá inspiradinho, Roberta q se cuide!
^^

Mandou bem de novo, my friend!

Lohan Lage Pignone disse...

"um beijo é mole, é fácil"...

Com certeza, Camillo! Deixar se levar por um beijo é uma das melhores viagens que existe.

Ta mandando muito na poesia, cara.
Abraços,
Lohan.