quinta-feira, 8 de março de 2012

Noite na Taverna, saideira - parte I


Os noticiários da manhã tocam suas trombetas:  


"HOJE É O DIA INTERNACIONAL DA MULHER!" 



Trombetas, os antepassados do trompete.


Daí já foi toda nossa esperança - "homens" - de fazer aquela média e mostrar que não esquecemos de nada. Na TV, nas rádios, na internet, na garganta de um membro do povo ao parabenizar as mulheres na fila da padaria. Todas as vozes parecem dizer a mesma coisa. "Nós lembramos, você não." E nem adianta dizer que você já sabia, porque tinha assistido ao jornal da madrugada.

Na hora do almoço é o carteiro que fazendo seu serviço me entrega uma correspondência destinada à Irani, e tudo acompanhado de um "Parabéns pra sua mãe!". Por puro instinto me viro, mas nem dá tempo de corrigir o mensageiro: "Irani é meu pai!" 

Eu posso dizer que fiquei ausente três semanas do blog só para que pudesse publicar hoje, no dia internacional das mulher, meu post comemorativo, o de número  50! Então, quero neste longo happy hour desejar muitas felicidades a todas as autoras e todas as leitoras do nosso blog "SA".




Tenho aqui comigo que já associei música e literatura, música e poesia, música e cinema, mas nunca... Então chegou a hora das mulheres! Hum, não, não vou fazer como um personagem meu chamado Klaudio Black (na tirinha abaixo) e partir para um clube do Bolinha. Farei diferente, vou à Taverna dos Bardos!


 

 Denis e Black - tira postada em Landoni Cartoon, 15/07/2011


Enquanto isso na Taverna dos Bardos... 




- Ei, anão, chegamos, agradeço por me guiar até aqui, mas agora vá, sei entrar sozinho.
- Pelas barbas de Balin, eu quero entrar também, seu branquelo de queixo pelado - respondeu furioso o anão.
- Tá bom, como quiser, anões ainda têm alguma chance, mas esse feioso aí nem pensar, vai espantar as mulheres. Não existe fetiche pra tanto. 
- Olha aqui seu rosado, arranco sua cabeça com um só golpe do meu machado se...
- Ei, a música, estão tocando, vamos logo, anão!
- Vamos, odeio concordar com você, mas esse feioso fica aqui fora, e bem longe, porque se tiver alguma mulher lá dentro que goste de anões não quero que nada a espante. E dependendo da mulher faço até minha barba no dia seguinte.
 - Barbudo de meio metro, lá estão eles, meus amigos! Chegamos atrasados, mas não esquecemos do dia da mulher!  E aí, amigos, vamos, cantem alguma coisa para elas: 


 Quem será o primeiro? Quem se abilita?


"Xá comigo!"
 


"No fundo somos apenas
o que elas fazem de nós"


       


Milton Guedes, grande talento, mandou bem demais, cara! Mereceu abrir nossa homenagem às mulheres! Vamo pedir então aquela holandesa bem gelada, aquela que começa com H, tem um K no meio e termina com N.


  Mulheres (Ivan Santos), 

faixa do segundo álbum de Milton Guedes, Outra Pessoa, de 1997.   



E aí quem mais, vambora rapaziada! Vamu fechar o dia com moral! Somos homens ou não somos, gostamu de mulher ou não gostamu! Isso nem foi uma pergunta.

 Quem quer cantar? Klaus Meine? P... cara, tu é o Klaus Meine mesmo?! E cadê a banda? Chama o Rudolf, o Mathias Jabs, SCORPIONS! P... ! Foi só falar em cerveja, ainda que da Holanda, e lá vem os alemães, e os melhores! Manda ver, Klaus, no teu gogó intergaláctico, diz aí pra mulherada!


 Tô chegando, "bicho"!

 


Woman (Meine, Schenker),
do álbum Face the Heat, de 1993.


   


Scorpions matou a pau! Estraçalhou! Garçom, mais uma rodada! Mas isso aqui não é clube do Bolinha, já falei, cadê as mulheres, pô? Nenhuma pra cantar em sua própria homenagem? A gente paga a bebida!


Man, I Feel Like a Woman (Mutt Lange, S. Twain),
do álbum Come on Over, de 1997.




Shania Twain, diz a verdade, já visitou quantos blogs hoje com essa música? Não! Sem problema, me amarrei, senta ai, tá tranquilo. Ué, cantou em 300 blogs-café então termina a noite aqui no Autores Bar! Chama mais umas amigas tuas pra curtir com a gente! Não, ah então vou dar uns telefonemas.

*Continua...

*Por problemas técnicos - do blogger, suponho - o post foi dividido em três partes.



 








3 comentários:

Thaty Louise disse...

Adorei a homenagem! Nossa, Landoni, vc está integrado MESMO com o universo de Tolkien!!! Fantástico^^
Eros foi a cereja do bolo. Não conhecia essa música, crcls, linda, que perfeição a voz dele!
Demais!!!!!

Lohan Lage Pignone disse...

Post super divertido, Landoni! E Shania matou a pau... Muito boa essa música.

Fernando Carvalho disse...

Aproveitando o noite na taverna...Filosofia de boteco...

http://www.grupoliquidificador.com/2012/03/filosofia-de-taverna.html