sábado, 31 de outubro de 2009

Bem-Te-Vi



Me diz aí quem é esse
Que chega e me bambeia,
Me incendeia, inebria?
Esse teu olhar me enlouquece,
Tua voz me empalidece,
Teu cabelo grande me arrepia,
Seu autoritarismo precoce me contagia...
Mas quem é então esse que me incendeia,
Me varia, me endoidece?
Esse remelexo mole
De quem vai ou fica,
Fica de vez ou
Já vai de vez!
Vai, vai, vai
Vai ver aonde vai...
Atrás da montanha quem
Foi sabe aonde,
No puro ar, no verde campestre,
Com murmúrios de bem-te-vi,
Eu bem-te-vi,
Te vi e sorri, e corri porque não morri.
E a sorrir vou eu indo,
Até que fiquemos tu e eu, aqui a sorrir.

6 comentários:

Camilíssima Furtado disse...

Então... Quem é esse? O povo quer saber, rsrs...

K@rininh@ disse...

ahhh Camila, nem eu sei quem é, mas fico aqui sonhado...
Um bjinho

R.Vinicius disse...

Bonito.

Andréa Amaral disse...

karina, vc está se tornando uma escultora de palavras. Está caprichando. Parabéns.

Andréa Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lohan disse...

Continue esculpindo assim as palavras, Karina! Parabéns.