segunda-feira, 7 de junho de 2010

N(amor)ar



"Me apaixonei por um olhar, por um gesto de ternura
mesmo sem palavra alguma pra falar..."
Oswaldo Montenegro

Se eu pudesse, em todos os dias do calendário, resgataria a arte de namorar...
De olhar as coisas, os lugares, as pessoas, os momentos que vivemos, com olhos interessados, cheios de bem-querer... Olhar que se encanta, releva, desculpa... Que deixa ir tudo que não tem sentido, só pra ficar junto, pra saborear...
E todo dia haveria algo a celebrar... E por esse instante haveria um brinde... Pelo agora que não acabou nem se repetirá...
Deveríamos aprender a amar as coisas que não passam, que moram dentro das pessoas...
Que podem mudar sentimentos, alterar escolhas, podem transformar!
Um beijo, um olhar amoroso, um abraço aconchegante, um sorriso transparente...
São tantas formas de amar... E não há quem resista a ser visto bonito, querido e amado!
Namorar é um bem, que deveria ir além de um só dia...
Tesouro guardado que enriquece quando se dá...
Feliz namoro pra você! Beijos, muito beijos, bem dentro do seu coração!
Claudia

6 comentários:

Andréa Amaral disse...

Ai, querida Caca...seu texto me remeteu de volta ao período de nossas vidas que é o mais lindo de todos: a adolescência. Os sonhos de amor, o enxergar e o sentir intensamente o objeto de nossa paixão, nos absorve como se só houvesse aqueles momentos. Um momento que equivale a uma vida inteira de felidade encontrada apenas nos contos de fada. Um beijo.

Lohan disse...

Belo texto, emocionante esse vídeo. Não conhecia essa canção. Linda mesmo.

Parabéns, Cacarina, vc tem uma sensibilidade ímpar.

Thaty Louise disse...

Essa música é linda, linda e é incrível como seu texto Casou com a canção.
Lindo e sensível!!!!

Armando disse...

Olá Cacarina! Que lindo tezouro teu texto... faço minhas as palavras de Andréa... é intenso... é a doce fantasia de amar sem medo de amar... é muito bom... Vc escreve com a alma...Só tomei um susto por que não conhecia a música do Oswaldo e por uma daquelas coinscidências da vida, tenho no meu livro "Entre Linhas..." um poema (que também é uma música) com o mesmo nome... felizmente (ufa) o contexto é diferente (tinha que ser..rs)- embora também fale do amor... este nosso eterno elemento essencial para uma vida plena. Parabéns menina... vc tem o dom de transportar a gente para o maravilhoso mundo mágico do amor e sua força..bjs (por causa disto tudo postarei este poema na próx. quarta)

Cacarina disse...

E eu me encanto com os olhos que me leem. Agradeço. A cada um e à querida Andréa que proporcionou essa vivência!
Beijos mil,
Claudia

Rayanna Ornelas disse...

Lindo e emocionante.